uf-gris01

Se você é um jovem cristão provavelmente enfrenta algumas crises a respeito de decisões futuras como com quem vai casar ou qual profissão escolher. A Bíblia nos diz que devemos honrar a Deus em tudo e a grande dúvida pode ser ‘’será que a minha futura profissão honrará a Cristo?’’ ou, para aqueles que já se encontraram em sua vocação, ‘’como posso glorificar o Senhor neste emprego?’’ a mesma coisa para os relacionamentos. Uma grande dificuldade que encontramos para entender isso talvez seja o fato de separarmos o secular do sagrado e vivermos uma vida partida como se um não tivesse nada a ver com o outro.

Acontece que se vivermos dessa forma, o Evangelho passa a ter pouco sentido prático em nossa vida. Acredito que a vida nova que Jesus nos traz é para ser vivida hoje, no dia a dia, até mesmo nas coisas mais simples da vida. Creio que se anunciamos que somos seguidores de Jesus, somos agentes dele no lugar onde estamos, seja em casa, no trabalho, na faculdade e até no ponto esperando o ônibus.

Foi assistindo CSI Las Vegas que consegui um bom exemplo de como poderia ser um cristão que honra seu Senhor em seu trabalho através do personagem Gil Grissom (que, ironicamente, é ateu). Há dois anos, quando revia a série, conseguia perceber Deus através da vida do personagem de William Petersen e é isso que quero mostrar ao longo desse texto, através de alguns diálogos (dele e de outras personagens) que destaquei em diversos episódios. Por exemplo:

‘’Não sabe guardar segredos, Sr Grisson?”

 ”Eu não sabia, estou tentando mudar. ”

 ”Não é fácil. ”

Jesus diz que devemos ser mansos e humildes como ele é e ensina que a liderança segundo o seu reino é baseada no serviço ao próximo. Quem já assistiu a série vai se lembrar que Grissom além de ser o líder da equipe, é o mais inteligente. A posição de destaque e o seu intelecto, entretanto, nunca fizeram dele um homem orgulhoso.

Nick: ‘’Mesmo que seja o caso mais importante da sua carreira, se um superior manda você largar tudo pra lavar o carro dele, você obedece’’

Essa frase surge num diálogo entre Nick Stokes e Sara Sidle e alinha-se bem  ao chamado de Jesus. Ambos querem os melhores casos, pois estão concorrendo à promoção. Nick então dá esse conselho a sua colega que não conseguia entender porque o chefe lhe pediu para estar num caso inferior. As pessoas ao nosso redor observam nossa conduta. A forma como nos portamos expressa mais do que o nosso discurso, na maioria dos casos. Pergunto-me se haveria o desejo de tamanha submissão por parte dos funcionários, se o líder deles fosse um tirano.  A submissão bíblica fala sobre ceder em favor de uma autoridade maior, mas que dará em troca não a exploração, mas sim o serviço, o lavar os pés.

Nick: ‘’e sobre aquela promoção, sem problema cara, eu vou sobreviver. Não sou você’’
Grisson: ‘’que bom, não precisamos de outro eu por aqui. ’’

Katherine: ‘’eu quero a vaga porque sou capaz, sou qualificada, motivada e estou pronta, Gil, e vc sabe disso. ’’

Grisson: ‘’Eu sei e é por isso que eu já mandei sua avaliação. Eu te dei 100% e ate falei bem de você pro diretor. O resto é com você. ’’

Mais duas sobre a promoção… O contexto da primeira frase é esse: Nick achou que não ganharia, então fica incomodado e vai falar com seu chefe, talvez até como uma forma de ‘’vou dizer que não me importo pra ver se ganho assim’’. Grissom permanece na sua postura e finge não ligar para a alfinetada, mas quando Nick vai embora vemos que Gil estava justamente escrevendo a carta de recomendação a promoção do rapaz. O mesmo acontece com Katherine. Aliás, Grissom tem essa postura marcante de parecer distante, o que faz com que sua equipe não o entenda de imediato, mas, no fim, percebem que suas atitudes trouxeram-lhe crescimento. Caminhar com Jesus não é sobre ir sozinho aonde quer, mas sobre se deixar guiar por caminhos desconhecidos, sempre lembrando que os pensamentos dele sobre nós são de paz e não de morte e que tudo coopera para o nosso bem.

Lembro-me também de um episódio onde Grissom diz que não vai promover Nick porque vê que ele não está pronto, justamente porque faz o trabalho somente buscando essa recompensa. Quantas vezes pedimos algo a Deus e, porque a resposta não vem imediatamente achamos que ele se esqueceu e vamos reclamar, sem nem imaginar que ele já estava providenciando aquilo que precisamos (que, às vezes, coincide com o que pedimos!). Ou quantas vezes somos imaturos e, da mesma maneira que Nick, mantemos determinada postura ‘’certinha’’ como uma forma de barganhar com Deus em troca do que queremos.


‘’Pode até não acreditar em Deus, senhor, mas fez o trabalho dele. ’’

Essa é uma frase marcante pra mim. Arrisco-me a dizer que foi ela que me fez ver que eu não estava ‘’procurando chifre em cabeça de cavalo’’, ao ver Grisson através da perspectiva que explanei aqui. Ela aparece bem no final de um episódio e é um jovem cristão que diz isso a personagem. O jovem não era perfeito, tinha cometido algo terrível, mas conseguiu enxergar em Grisson, uma coisa que para perceber é preciso ter bastante atenção e sensibilidade: o caráter de Cristo sendo formado dentro de nós.

Concluo com uma frase do próprio Gil Grissom: ‘’só porque você não vê uma coisa, não significa que ela não está lá’’. Então é importante estarmos animados, pois se nascemos de novo e damos liberdade a Cristo para trabalhar em nós, podemos ter certeza de que ele está fazendo isso, ainda que não vejamos. Tomemos consciência também que podemos ser seus agentes (não secretos, por favor!) onde ele nos colocar e que a vida (mesmo fictícia) de Gil Grissom, possa nos servir de exemplo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s